feaf-01.png

A ACENDER A PAIXÃO PELA BATERIA E PERCUSSÃO EM PORTUGAL

  • Colin Girod

"Economiza mais um pouco para conseguires comprar um bom par de microfones" - COLIN GIROD [COLUNA]

Atualizado: Mar 26

Neste primeiro artigo, Colin GIrod, CEO e fundador do estúdio MasterTape no Porto, dedentor de um currículo com colaborações desde Thundercat, The Cinematic Orchestra, Nick Mulvey, Gileno Santana, S. Pedro ou Rui Massena. Junta-se à LusoDrums para dar a conhecer a sua visão sobre aquelas míticas perguntas "Afinal quantos micros preciso para gravar a minha bateria?", "Preciso de micar a bateria toda?", "Preciso de um microfone caro?", etc.


Lê a coluna completa:

Colin é CEO do estúdio MasterTape na cidade do Porto

"Um pouco de ar fresco neste deserto cultural!


Dei conta de mim - deambulando pela Avenida dos Aliados - a olhar para uma carrinha branca de portas abertas pronta a ser descarregada com equipamento de som… e secretamente imaginei ser eu descarregar, montar o equipamento e levar a música a outras paragens!


Passámos por tempo muito difíceis, no entanto tenho a perfeita noção que há pessoas a passar por momentos muito mais difíceis: sem comida, sem ter apoios e que se mantém à tona graças a uma “união audiovisual”, pelo qual não há palavras para descrever a bravura deles. Tenho conseguido manter uma certa paz e confiança (tento focar-me no positivo!) quando vejo a vontade de criar e de fazer de muitos artistas e novos atores na cena musical Portuguesa. A LusoDrums é um deles! Agradeço a oportunidade de me exprimir e ter um pouco de esperança, e por trazer ar fresco a este interregno cultural!


Várias pessoas me vão perguntando qual será a minha escolha de microfones com um orçamento “X” e a minha resposta tem sido sempre no mesmo sentido: Economiza mais um pouco para conseguires comprar um bom par de microfones! Compreendo perfeitamente a necessidade da urgência de comprar quando precisamos: Vou ter de gravar, tenho de comprar microfones! Pela minha experiência, nas primeiras duas compras funciona desta forma: “preciso, portanto compro”.


Em conclusão, os microfones que comprei, uso-os, mas muito pouco. É preciso pensar no som que se procura, pesquisar como tal ou tal artista conseguiu aquele som e o que eu gosto e como lá chegar?

Na minha opinião, deve-se pensar primeiro em comprar um bom par de microfones condensadores de diafragma larga. Muitos dos microfones que tenho são Vintage, é isso por duas razões simples: gosto do som e da textura que traz.


Portanto comecei a “namorar” os microfones no “Ebay”, no “Olx”, “leboncoin” (França) e “Mercato Musicale” (Itália). Os filtros e os lembretes nestas plataformas servem para isso; cada vez que aparecia um microfone com certas características recebia um email. Muitas vezes tinha lá um microfone que queria, mas estava fora do orçamento, paciência! Demorei 3 anos até conseguir a minha carteira de microfones.


Portanto, não há orçamento nem microfones certos! Mas aprendi com o tempo que mais vale ter dois bons microfones do que 4 menos bons.

Colin"